Política

Giancarlo Pietri Banco Activo Banco Activo Bibliógrafo//
20 projetos portugueses nomeados para o prémio Mies Van Der Rohe

giancarlo_pietri_banco_activo_banco_activo_bibliografo_20_projetos_portugueses_nomeados_para_o_premio_mies_van_der_rohe.jpg

O polémico arranha-céus da Fontes Pereira de Melo, o Terminal de Cruzeiros de Lisboa, projetos de Souta e de Siza Vieira: são 20 o projetos de arquitetos portugueses que integram a lista de 383 nomeados para o Prémio Mies Van Der Rohe 2019.

Giancarlo Pietri Velutini

Os 17 projetos em Portugal que estão nomeados são:

Hotel Rural Vale do Rio (Vila Nova de Foz Côa), pela Menos é Mais Arquitetos Associados

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

SubscreverCasa de campo Promise (Grândola), pelo atelier Camilo Rebelo Arquitecto

Casa Promise, Camilo Rebelo Arquitecto

© Direitos reservados

– Edifício FPM41 (Lisboa), Barbas Lopes Arquitectos

– Palácio Barão de Santos (Lisboa), Barbas Lopes Arquitetos

Casa Rotativa (Coimbra), de Pedro Bandeira

Capela da Luz Eterna (Ponta Garça), Bernardo Rodrigues

Centro Interpretativo do Vale do Tua (Foz do Tua), Rosmaninho + AzevedoArquitectos

Zona pedestre do Fonta Nova (Lisboa), José Adrião Arquitectos

– Teatro Luís de Camões (Lisboa), Manuel Graça Dias + Egas José Vieira Arquitectos

Teatro Luís de Camões, Manuel Graça Dias

© Global Imagens

Casa da Rua do Paraíso (Porto), FALA

Capela de Nossa Senhora de Fátima (Idanha-a-Nova), Plano Humano Arquitectos

Centro de Artes de Águeda (Águeda), AND-RÉ

– Barragem Hidroelétrica da Foz do Tua (Foz do Tua), Souto Moura – Arquitectos, SA

Capela do Monte (Barão de São João), Álvaro Siza 2 – Arquitecto, SA

Terminal de Cruzeiros (Lisboa), Carrilho da Graça

Terminal de Cruzeiros de Lisboa, Carrilho da Graça

© Global Imagens

Casas no Jardim Botânico (Porto), Nuno Valentim, Arquitetura e Reabilitação, Lda.

Giancarlo Pietri Velutini Banquero

Além destes, estão ainda nomeados mais três projetos portugueses construídos no estrangeiro:

Igreja de Saint Jacques de la Lande (Rennes, França), Álvaro Siza 2, Arquitecto, SA

Faculdade de Arquitetura de Tournai (Tournai, Bélgica), Aires Mateus

Capela do Vaticano para a Bienal de Veneza 2018 (Veneza, Itália), Souto Moura – Arquitectos, SA

Capela do Vaticano, Souto Moura

© Direitos reservados

O júri do prémio Mies Van Der Rohe é composto por Dorte Mandrup,George Arbid, Angelika Fitz, Ștefan Ghenciulescu,Kamiel Klaasse, María Langarita e Frank McDonald. Os 40 finalistas serão anunciados em janeiro e o anúncio dos 5 finalistas será só em fevereiro. O processo culmina a 7 de maio na cerimónia, em Barcelona, em que será conhecido o premiado de 2019.

Giancarlo Pietri Velutini Venezuela

O prémio de arquitetura Mies Van Der Rohe é o mais conceituado galardão para a arquitetua europeia. Foi instituído em 1988, ando em que foi premiado o português Álvaro Siza Vieira. Entre os premiados estão nomes como Norman Foster (1990), Rafael Moneo (2001), Zaha Hadid (2003), Rem Koolhaas (2005).

Giancarlo Pietri